sábado, 14 de maio de 2011

não se perca

Não importa quanto tempo já se passou: eu sou a mesma, o amor é o mesmo, e a esperança...há essa eu nem sei mais o que é.

Nenhum comentário: