quarta-feira, 30 de junho de 2010

LOVES.

"o amor é filme, eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama"


- o amor é um abismo, que a gente se joooga e REZA pra que o chão NUNCA chegue.
O amor é filme e DEUS espectador.
AME... o mundo precisa de amor, além de paz, preservação, cuidado, respeito, alegria... !
..
*

quinta-feira, 24 de junho de 2010

AJUDA.

To tentando me movimentar, separando alimentos, água e roupas pras pessoas que foram vitimas da chuva cruel.

Ajuda também, me avise se você não puder ir ao local, irei por você.
recado dado?
Pensem nas vitimas hoje e rezem pra que elas consigam sair dessa.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Junino


Eu, particularmente acho essa época muito sem graça! Acho que sou mais fã das festas de são João fora de época, tudo que é clichê ou rotineiro (sei que isso foi redundante) termina sendo chato.

Pensa comigo. Hoje a rua se transforma em um inferno, tudo porque? Por causa de MILHO. o barulho de bombas e fogos e tracks de massa invadem os silêncios que os nossos ouvidos precisam e tudo isso termina elevando a nossa cabeça a um estresse sem tamanho.

Sem contar nas roupas, aqueles vestidos QUENTES e cheios de estampa, aqueles penteados IGUAIS que quando não é trancinha são duas "chiquinhas" como é chamado.

Ai, vem a parte da musica, MEL DELS forro pé de serra eu acho uma coisa tão "quen", todo mundo fica enrolado pra dançar, as musicas são sempre velhas e asa branca TEM QUE TOCAR.

E sem contar naquela velha musica: "olha pro céu meu amor, vê como ele está lindo" quando na verdade nessa festa só existe NUVENS carregadas de fumaça e quando não suportam mais aquela poluição provocam de uma maneira involuntária uma chuva que dura dias.


eu sei que tudo isso é cultura e que se deve dá valor, mas eu prefiro MIL vezes passar o "feriado" de são João ouvindo FREVO. só espero que não seja feita tanta fumaça, a ultima coisa que a nossa região precisa no momento é de chuva.


.besos carinosos.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

LIXO. meu LIXO.

faz tempo que eu parei pra dá uma filosofada de leve aqui e eu acho que esse blog tá até precisando de uma estigadinha! haha

- Sobre o tempo? QUE TEMPO É ESSE?? minha nossa, além dele voar, é, VOAR pq já faz UM ANO, é isso mesmo pessoal, UM ANO que Michael Jackson se foi e deixou a gente somente com aquela ideia de: ele não morreu...pois bem, continuando, além do tempo voar ele serve pra fazer a gente pensar no que foi bom nas nossas vidas e principalmente se vai ser bom repetir algumas doses.
Eu parei, pensei e cheguei a conclusão que: as minhas doses tomadas a um tempo atrás na minha vida estão sendo tomadas de novo. Sabe o que é melhor? Elas estão MUITO mais saborosas, como se fosse um vinho, quanto mais velho, melhor. Parei hoje também pra pensar em Deus e agradecer por esse tempo de coisas boas na minha vida que ele tá mandando.
Daí é que eu chego a conclusão que, cada coisa tem seu tempo certo! Tava lendo meus posts mais antigos e dei risada, JURO, eu ri de mim, porque eu era MUITO, mais MUITO afobada, se ainda sou? sim, mas sem a quantidade de exagero que havia antes. O tempo, que eu falei lá em cima tá ligado? ele me ensinou até a ter CALMA, FREIO e principalmente, PACIÊNCIA.
Eu aprendi que pra gente ser feliz é preciso apenas de outras pessoas felizes ao redor. Eu aprendi quem são meus amigos e aprendi que eu posso confiar em mim, ainda não to 100%, mas acho que 55% já tá rolando.
O recado que dou, a filosofada que deixo é: APROVEITA cada instante de agonia, cada rotina chata que te acomoda, cada lição que a vida dá... e espera, espera que a hora das coisas boas sempre chegam, pode até ser que essa hora demore, mas ela chega. Reza antes de durmir pelos irmãos que tão sofrendo com essa chuva toda e pede pra que tudo fique bem. Sinta que as pessoas precisam de você e faça com que a tua presença e a tua ajuda sejam mais do que suficientes pra deixar alguém feliz.

- só existe dois dias no ano em que não se pode fazer nada um, é chamado ONTEM e outro é chamado AMANHÃ, por isso faça HOJE.

é, não ficou muito o que eu queria, mas tá limpeza, até mais meus fieis, leitores.

CHUVA.

é, dia 17 foi uma chuva impressionante. e eu só torço pra que todas as pessoas que perderam suas coisas consigam recuperar, se não tudo, algo de volta!

mas vale salientar que esse fenomeno foi violento por culpa especial de um ser chamado: HOMEM. quanto lixo, quanta sujeira, quanta falta de educação ?
pensem agora tres, quatro, cinco, MIL vezes antes de sujar as ruas, os rios, os lagos, as praias...é sua casa, o mundo é sua casa e quanto menos respeito você tiver menos você vai sobreviver!

SALVE a sua casa e não deixe que um fenomeno natural de 10, 12, 20hrs acabe com coisas que levaram, 10, 12, 20 anos pra se levantarem.

recado dado? então tá limpeza!
;*

quarta-feira, 16 de junho de 2010

o que é?

rato
(latim ratus, -a, -um, calculado, determinado)
Ant. Confirmado, reconhecido.
rato
(talvez de origem onomatopaica)
s. m.
1. Zool. Pequeno mamífero roedor, da família dos murídeos, de cauda comprida, muito espalhado em todo o Globo.
2. Pequeno espaço de tempo.
3. Momento; instante.
4. Fig. Ratoneiro, larápio.
adj.
adj.
5. Que tem cor de rato.
6. Excêntrico, ridículo.

dentes de rato: dentes pequenos, finos e muito fortes.
esperteza de rato: inteligência superficial.
rato de biblioteca: diz-se do investigador que anda sempre metido em livrarias e arquivos.
rato de hotel: gatuno com aspecto!aspeto elegante, que visita os quartos dos outros hóspedes, para roubar jóias!joias, roupas, etc.
rato sábio: sabichão, pedante.

é o que me faz bem.

terça-feira, 1 de junho de 2010

LEGALIZE JÁ, PQ EU ME ORGANIZANDO POSSO DESORGANIZAR

A criminalidade toma conta da cidade
A sociedade põe a culpa nas autoridades
Um cacique oficial viajou pro Pantanal
Porque aqui a violência tá demais
E lá encontrou um velho índio que usava um fio dental
E fumava um cachimbo da paz
O presidente deu um tapa no cachimbo e na hora
De voltar pra capital ficou com preguiça
Trocou seu paletó pelo fio dental e nomeou
O velho índio pra ministro da justiça
E o novo ministro chegando na cidade,
Achou aquela tribo violenta demais
Viu que todo cara-pálida vivia atrás das grades
E chamou a TV e os jornais
E disse: "Índio chegou trazendo novidade
Índio trouxe o cachimbo da paz

Todo mundo experimenta o cachimbo da floresta
Dizem que é do bom, dizem que não presta
Querem proibir, querem liberar
E a polêmica chegou até o congresso
Tudo isso deve ser pra evitar a concorrência
Porque não é Hollywood mas é o sucesso
O cachimbo da paz deixou o povo mais tranqüilo
Mas o fumo acabou porque só tinha oitenta quilos
E o povo aplaudiu quando o índio partiu pra selva
E prometeu voltar com uma tonelada
Só que quando ele voltou "sujou"!!!
A polícia federal preparou uma cilada
"O cachimbo da paz foi proibido, entra na caçamba vagabundo!
Vamô pra DP! Ê êê! Índio tá fudido porque lá o pau
Vai comer!"

Na delegacia só tinha viciado e delinquente
Cada um com um vício e um caso diferente
Um cachaceiro esfaqueou o dono do bar porque ele
Não vendia pinga fiado
E um senhor bebeu uísque demais, acordou com um travestí
E assassinou o coitado
Um viciado no jogo apostou a mulher, perdeu a aposta
E ela foi sequestrada
Era tanta ocorrência, tanta violência que o índio
Não tava entendendo nada
Ele viu que o delegado fumava um charuto fedorento
E acendeu um "da paz" pra relaxar
Mas quando foi dar um tapinha
Levou um tapão violento e um chute naquele lugar
Foi mandado pro presídio e no caminho assistiu um
Acidente provocado por excesso de cerveja:
Uma jovem que bebeu demais atropelou
Um padre e os noivos na porta da igreja
E pro índio nada mais faz sentido
Com tantas drogas porque só o seu cachimbo é proibido?

Na penitenciária o "índio fora da lei"
Conheceu os criminosos de verdade
Entrando, saindo e voltando cada vez mais
Perigosos pra sociedade, aí, cumpádi, tá rolando
Um sorteio na prisão pra reduzir a super lotação
Todo mês alguns presos tem que ser executados
E o índio dessa vez foi um dos sorteados
E tentou acalmar os outros presos:
"Peraí..., vamo fumar um cachimbinho da paz"
Eles começaram a rir e espancaram o velho índio
Até não poder mais e antes de morrer ele pensou:
"Essa tribo é atrasada demais...
Eles querem acabar com a violência,
mas a paz é contra a lei e a lei é contra a paz"
E o cachimbo do índio continua proibido mas se você quer comprar é mais fácil que pão
Hoje em dia ele é vendido pelos mesmos bandidos que mataram
O velho índio na prisão

Maresia, sente a maresia
maresia, uuu...
Apaga a fumaça do revólver, da pistola
Manda a fumaça do cachimbo pra cachola
Acende, puxa, prende, passa
Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça