sábado, 16 de maio de 2009

Escrever é para Raros.

...Eu queria conseguir ter o dom da palavra e escrever coisas que fizessem com que todos ficassem abismados ao ver que eu consigo mexer com as palavras fazendo com que todas dancem com um mesmo suingue, em uma mesma levada e em um mesmo som. Fazê-las com que se pareçam interligadas umas as outras sem ser apenas ideias soltas, sem nenhum nexo.
Eu queria escrever palavras as quais, quando lidas, parecessem surreais, levassem as pessoas que leem a uma viagem sem rumo, a uma imaginação sem regras ou limites...Escrever é uma dádiva, um privilégio que poucos possuem, e eu insistentemente busco conseguir.



"Sempre deixei de saber o que escrever, mas nunca foi tão óbvio para quem eu escreveria"



_Um dia eu conseguirei arrancar elogios e escrever palavras Sábias, como uns poucos escrevem.

2 comentários:

João Paulo Pontes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Déia disse...

Adorei..e além de rara, vc é modesta! Algo dificil de se encontrar hj em dia!