quarta-feira, 16 de julho de 2008

"medo, que dá medo do medo que dá"


"Bem na verdade eu não tenho e nem faço, nenhuma mínima que seja, idéia do que é o medo, a insegurança e a falta de coragem.
Mas sei que quem são os responsáveis por sentirmos essas sensações que a gente não sabe explicar é nossa cabeça e nosso coração.
A gente sente medo de encarar de frente aquele problema e faz depois que ele suma de repente, do nada, jurando que ele já foi resolvido, mas na verdade não foi. Está apenas por baixo do tapete e com o passar do tempo esse problema vai aparecer de novo pra que seja solucionado e assim vamos empurrando com a barriga por causa do MEDO.
Se tem um medo ruim é aquele medo de falar que sentimos alguma coisa por algum individuo e não ser correspondido de tal maneira recíproca. Medo de calar a nossa boca e escutar aquilo que se está dizendo para nos deixar melhor. Medo de dizer que não está satisfeito (a) com aquela situação e ser mau interpretado (a).
Tudo é do ser humano, é fato, estudos comprovam, o único jeito de mudar isso é enfrentar os nossos medos. Ai você me diz: Eu tenho medo de enfrentar os meus problemas. Normal. Quem não tem?
Se acostumar com essa situação é que não é normal, deixar que o medo te sufoque, te prenda, faça sua vida enjoativa e sem ação, deixe você por baixo, não te dê oportunidades de falar o que sente... Ninguém fica 100% da vida com algo engasgado na garganta, até porque se isso for feito a gente morre por não viver.
O medo é normal, o que não era pra ser. A falta de coragem de dizer aquilo que a gente quer naquele momento é normal, o que não era pra ser...é assim porque a gente sente medo de perder, medo de se afastar, medo de falar e magoar, medo de ouvir um NÃO, um SIM, um TALVEZ ou até de não ouvir, ser IGNORADO. Tá vendo? O medo vive nos rodeando.
Não magoe alguém pra se mostrar superior, nem faça do seu medo uma estrada de desvio para a pessoa que você ama. Não tenha medo de AMAR, SORRIR, GRITAR, SER FELIZ.
Só tenha medo de ter medo daquilo que lhe machuca e entristece."

Obrigada por visitar meu blog.

Nenhum comentário: